Viagem à Tunísia, Hammamet – Hotel Riu Marco Polo

Posted by

Dados Gerais

  • Operador: Iberojet
  • Cidade: Hammamet
  • Hotel: Riu Marco Polo (4*)
  • Data: 10 a 17 de Setembro
  • Pessoas: 2

Motivação

Ainda que não seja propriamente fã de destinos de praia e hotéis em regime TI, planeamos as férias à Tunísia devido à acumulação de cansaço, e para tentar por isso conciliar alguns factores: descanso, cultura, actividades, e baixo preço.

Quem deve ir

Realço este ponto porque me deparei com muita gente que saiu da Tunísia desesperado por voltar, com o sentimento de férias desperdiçadas, e com muitas queixas a fazer. Penso que eram várias as pessoas que iam sem a mínima noção do que iriam encontrar, e focados em destinos que nada têm a ver com aquele.

Ao longo de todas as férias, foram várias as vezes que ouvi falar em Algarve, ilhas espanholas, e afins. Estamos aqui a falar de um continente diferente, de uma cultura diferente, de um nível de vida pobre, menos condições de higiene, etc. Quem escolhe a Tunísia tem de se informar primeiro, e ir com a mente bem aberta!

Se forem com esse espírito e lerem um pouco sobre o destino, acredito que vão adorar.

Viagem

A viagem em si deve ser frisada, pois teve alguns contratempos que tiveram várias pequenas implicações.

O principal problema foi o facto do avião partir do Porto com cerca de 2 horas de atraso, o que, pelo que tenho ouvido, é algo um tanto ou quanto recorrente.

Estava à espera de mais relativamente à comida a bordo, tendo em conta vários reports e opiniões de quem parte de Lisboa. Contudo, tanto à ida como à vinda, as refeições foram à base de sandes. No entanto eram saborosas.

Refeição no avião da Tunisair

Com o atraso, quando chegamos ao aeroporto já não foi possível realizar o câmbio, e as coisas foram um pouco confusas. Fomos também surpreendidos de imediato pelos primeiros “Chatos de serviço” a tentar cobrar-se por arrumar as malas para o autocarro, vender flores e afins. Mais uma vez, mente aberta, pois faz parte! :D

Chegamos ao hotel, que também não contava com o atraso. Ainda que tenham deixado alguma comida para nós, a verdade é que tudo estava frio, e já com um aspecto menos bom. As máquinas de bebidas tinham sido desligadas, e tinham já produtos de limpeza. Isto afectou bastante a primeira impressão, mas nada que não se resolvesse.

O Hotel

Tal como a maioria dos hotéis da zona de Hammamet, o Hotel Riu Marco Polo possuí umas instalações de encher o olho. Tem materiais de qualidade, decorações a condizer, etc.

Hotel Riu Marco-Polo, Hammamet

Os espaços são bastante amplos, e nunca dão a ideia do hotel estar lotado. Possui uma piscina interior, aquecida nas épocas menos quentes, e uma piscina bem grande, exterior, com espreguiçadeiras submersas, jacuzzi, bar, etc.

Bar da piscina, Riu Marco-Polo
Espreguiçadeiras da piscina, Riu Marco-Polo

Tem ainda área de jogos, ginásio, e acesso directo à praia privativa, onde tem campos de jogos e actividades aquáticas, tanto gratuitas (as não motorizadas) como pagas (as restantes).

Piscina, Riu Marco-Polo

Por fim, tem também um SPA, cabeleireiro, entre outros, sendo que estes são serviços pagos.

No entanto, peca nos pequenos pormenores, como limpeza e afins. Mais uma vez, temos de perceber que num país com uma pobreza acentuada, aquilo a que assistimos ali é de facto um luxo.

Restaurantes e Bares

O hotel possuí 3 restaurantes e 4 bares que, em conjunto, fazem com que raramente não consigam acesso a comida no hotel. O hotel tem muita variedade de comida, suficiente para não enjoarem. No que toca a qualidade, essa varia muito, tanto consoante o tipo de prato, como também depende de quem o faz. Há cozinheiros esforçados, e outros nem tanto. Quanto aos pratos, existem alguns que eles simplesmente não sabem fazer. As panquecas e crepes raramente estão no ponto; não vi uma batata frita a sair em condições, etc.

Comida, Riu Marco-Polo
Sobremesas, Riu Marco-Polo

Tenham cuidado de evitar certo tipo de ingredientes que possam não ir ao lume, assim como o cuidado de evitar coisas como gelo e afins. São pequenos pormenores que podem evitar dores de barriga e gastros.

Comida tunisina, Riu Marco-Polo

Nesse sentido, o Restaurante Tunisino é o mais agressivo. Tanto ao pequeno almoço como ao almoço, a variedade é muito superior, mas a agressividade para o estômago também o é. Nesse sentido, apreciamos bastante as visitas ao Restaurante Mediterrâneo realizadas nos últimos dias. São comidas bem mais leves, bem mais ao nível do que estamos habituados, e que ajudam a recuperar. Existe ainda o Restaurante Asiático, que apenas serve jantar, e que é sujeito a reserva. Longe de ser das melhores cozinhas que existem, mas é bastante razoável.

Restaurante asiático, Riu Marco-Polo

No que toca a bares, existem vários, abertos praticamente a toda a hora. As bebidas são bastante criativas, no sentido em que não sabemos que mistela eles colocam lá para dentro, e no facto de serem bastante estranhas, tanto no que toca a cor, como paladar. Na minha opinião, nada como evitar coisas do tipo “caipirinha” ou “mojito”, e nada como escolher bebidas menos elaboradas para eles, como um gin tónico, ou uma simples cerveja. :D

Bebidas, Riu Marco-Polo

Staff do Hotel

Li várias criticas do staff de outros hotéis, do abuso pelas gorjetas e da falta de educação, entre outros. Nunca senti isso no Riu Marco-Polo. Fui sempre atendido com um grande sorriso, sempre prontos a ajudar, sempre bem humorados, e nunca se fizeram à gorjeta. Tive sempre espreguiçadeira, tanto na praia como na piscina, ao contrario do que já tinha lido.

Animação

Nas actividades de dia, raramente participamos, mas elas estavam lá. Vários jogos e torneios, aulas de aeróbica e afins. A equipa de animação trabalha muitas horas, e no entanto estão sempre com um espírito louvável. Os espectáculos nocturnos surpreenderam-me pela positiva, e tive pena de ter perdido os 2 primeiros, tendo em conta a grande qualidade de todos aqueles a que assisti.

Animação na piscina, Riu Marco-Polo
Espectáculo à noite, Riu Marco-Polo

O único senão do lado da animação, vai para os empregados que estão a tratar das actividades aquáticas. É suposto prestarem-vos informação sobre o hotel e sobre as actividades gratuitas; no entanto raramente falam delas, e vão sempre tentar encaminhar-vos para actividades de terceiros, pagas, das quais eles vão buscar uma comissão. Tentem exigir as actividades a quem têm direito, e para as que são pagas, evitem ir por eles. Conseguem sempre negociar uns 20% a 30% de desconto, que é a margem deles.

Excursão ao Deserto

Não vou revelar muitos pormenores sobre a excursão de 2 dias. Apenas digo mais uma vez que requer um pouco de preparação. Fiquem atentos aos números, pois estamos a falar de 1300 quilómetros de autocarro. O que significa percursos de 2 a 3 horas, com paragens entre meia hora e uma hora, para ver excursões.

Excursão ao deserto (Coliseu)

MAS VALE A PENA??

A meu ver, vale e muito. Só aqui conseguem ter um cheirinho do que é a Tunísia. Vão percorrer muita estrada sem nada, vão ver muitas zonas bem pobres, mas vão ter uma ideia diferente do país, e vão ver coisas fantásticas. São cerca de 120 euros por pessoa, a contar com a viagem, as excursões, a dormida, e todas as refeições. Não contem contudo com grandes luxos, e grandes refeições. O melhor será ir prevenido com bolachas e afins.

Oásis no deserto, Tunísia

Tentem também ver pela net o que as excursões fora do hotel oferecem. Pois algumas das coisas que pretendia assistir, não aconteceram na viagem que fiz pelo hotel, o que me deixou um pouco desapontado.

Palmeiras de tamaras, Tunísia

As Pessoas e o Comércio

Vi muita gente queixar-se dos tunisinos, e com algum receio. Más pessoas existem em todo o mundo, no entanto tenho a dizer que nunca sentimos receio, nem nunca fomos mal tratados. No entanto é preciso ter em conta que Hammamet é uma zona turística.

Os que não têm lojas, trabalham como comerciais, ou seja, ganham à comissão por cada pessoa que arrastam para as lojas. Isto significa que vão presenciar todo o tipo de esquema, desde fingirem ser empregados do hotel, que estão de folga e vão levar-vos a sítios encantadores; até perguntar-vos quanto custa em Portugal, algo que nunca chegam a perceber o que é, para vos forçar a entrar em lojas, e muitas outras técnicas.

Se gostarem de alguma coisa, vão logo meter-vos isso na mão, vão tentar que fiquem com as coisas. Se for roupa vão vestir-vos, obrigar a ver como fica bem. Sempre que tentarem ir embora, vão baixar uns trocos. São de facto um povo muito chato, mas nunca assisti a uma única falta de respeito, ou a nenhum sinal de perigo.

Lembrem-se sempre de marralhar tudo quanto é artigo, seja nos mercados, seja em grandes superfícies, seja em hotéis de luxo. O operador avisou-nos que uma garrafa de água custaria um dinar num hotel de luxo, que seria o mais alto dos preços. Na verdade, nunca vi uma garrafa a menos de 1,5 dinares. Por isso, e mais uma vez, marralhem tudo… mesmo em lojas de preço fixo!

Vasco com uma tunisina

Actividades

Como disse, um dos factores que me levaram a visitar a Tunísia, foi o facto de poder conciliar uma viagem interessante, barata e com muitas actividades também elas muito acessíveis. Aproveitamos por isso para fazer as seguintes actividades:

  • Excursão pela Tunísia: já referida antes.
Excursão no deserto, Tunísia
  • Parasailing: actividade de pára-quedas, puxado por um barco, que concede uma vista espectacular sobre toda a cidade.
Parasailing em Hammamet, Tunísia
  • Baptismo de Scuba-Diving: foram muito profissionais, escolheram sempre técnicas adaptadas ao nosso nível. Deram a optar entre uma zona rochosa de 10 metros de profundidade, e uma zona onde se encontra afundado, a 8 metros de profundidade, um barco italiano da segunda guerra mundial. Optamos por este, e foi sensacional.
Scuba-diving, Hammamet, Tunísia
  • Passeio de Jetski: Andamos cerca de 35/40 minutos, dispersos por 2 pessoas. Ainda deram um passeio de barco para podermos tirar fotos.
Passeio de Jetski, Hammamet, Tunísia
Sara no barco, Hammamet, Tunísia
  • Passeio de carroça de cavalos
Passeio de carroça de cavalos, Hammamet
  • Passeio de camelo, que na verdade é um dromedário :p
Passeio de camelo/dromedário, Hammamet

Passeio de jipe: contava com mais emoção e dunas, foi um pouco decepcionante

Passeio de jipe, Hammamet
  • Volta de gaivota em alto mar
Passeio de gaivota em alto mar, Hammamet

Temperaturas

Fomos em Setembro, o que para eles significa já um tempo fresco. Para nós, as temperaturas são amenas. Enquanto eles andavam de camisola de manga curta pela noite, nós ainda íamos dar um mergulho até à praia. Apanhámos uns dias com muita nuvem, e algum vento, que fazia com que se sentisse um pouco mais de frio, mas mesmo assim, sem grande aflição para nós.

Mergulho na praia, Hammamet

No deserto, apanhámos bastante mais calor. Houveram algumas pessoas a sentir-se mal e a desmair. Levem água, açúcar e tenham alguns cuidados.

Custos

Fazendo o resumo geral, a viagem ficou dentro do orçamento que tinha estipulado: os 750€ por pessoa.
Foram cerca de 550 € para as passagens, os transferes e a estadia. A viagem ao deserto ficou por 120€. Todas as restantes actividades, bebidas consumidas fora do hotel, alguns presentes que trouxemos e umas loiças típicas para a casa ficaram pelos restantes 80 euros. Tendo em conta tudo o que englobou, penso que valeu a pena.

Conclusão

Para quem tiver um espírito aberto, alguma paciência e quiser fazer uma viagem que misture cultura, descanso e actividades, tudo isto a um preço razoável, penso que a Tunísia é um óptimo destino a considerar.

Aconselho a levar ainda alguma medicação. A pessoa que me acompanhava teve uma gastro durante a viagem, e valeu termos 2 farmacêuticas e um enfermeiro conosco, com alguma medicação.

E assim foram as nossas férias!

Descanso na piscina do Riu Marco-Polo

Espero que este artigo possa ajudar um pouco mais quem procure este destino.

  1. Ola!
    Tenho viagem marcada para Setembro para este hotel, e numa busca infinita de noticias sobre a tunisia descobri este relato sobre a tua viagem, é muito util, obrigada! Conforme deves ter percebido este ano ja existiram 2 ataques terroristas na tunisia, fiquei com medo, mas ao mesmo tempo muito frustrada por pensar em cancelar a viagem depois de tanto planear… Sentis-te segurança enquanto lá estives te? Viste policia?nao sei que devo fazer…obrigada.

    1. Sobre isso nao te posso ajudar muito, tudo o que tinha lido anterirmente era de que era um destino muito seguro (muito mesmo). Os turistas sao considerados patrimonio e qualquer coisa que façam a um tirista tem consequencias fortes…

      Quando la estive senti me desconfiado inicialmente porque são muito chatos. Quiserem te sempre levar a lojas e mete medo. Mas depois percebi que e só isso. Gente chata mas educada.

      Agora é diferente porque há confrontos generalizados e que envolvem toda a cultura muçulmana.

  2. Boa noite,

    Vou ficar hospedada, junto com o meu namorado, neste hotel de dia 29/6 a 6/7. Gostariamos de saber que tipo de comidas e bebidas serve o snack da piscina, se existir claro. A água da praia é mesmo fria???? Relativamente aos bares do hotel servem bebidas até que horas? E as bebidas são “potentes” ou nem por isso.

    Obrigado.

    1. Olá Vanessa,

      Eles tem vários restaurantes. Tens pequeno almoço desde cedo (07h00 penso eu, até às 11h00). Pelas 12h00 abrem os restaurantes. Tens um restaurante mais mediterrâneo com hamburgers, pizzas, massas, bifes, e por aí fora. Depois tens o Tunisino que tem muita variedade de tudo, desde comidas típicas deles, churrascos, saladas, etc. Os restaurantes funcionam até às 15h00. Comida não falta, no entanto convêm lembrar que é comida que pode cair mal. Levem coisas para o estómago. Ao jantar tens ainda um japonês. Convém marcar com antecedência.

      O período da tarde é o mais “parado”. Tens espalhado pelos pátios alguns comes e bebes mas não muito variados: Uns bolos, uns crepes, e pouco mais.

      As bebidas tens a partir das 10h os bares abertos e ficam até à 1h ou 2h. Tens de saber o que queres beber, existem bebidas “bem” feitas e outras nem por isso.

      Margaritas, caipirinhas, mojitos e afins era para esquecer. Era sumo com um pouco de álcool e raramente sabiam bem. No entanto o gin tónico e afins não eram maus. Mas de tudo o que havia, isso foi o que senti que era mais fraco.

      A Água não é do mais quente do mundo, mas é bem melhor do que temos por cá 🙂

        1. Vanessa,

          Na altura em que lá estive, não existia multibanco no hotel, apenas realizavam câmbios. Existe, no entanto, um Multibanco próximo ao hotel, rumo à medina.

  3. Viva, Antes demais agradeço imenso a informação disponibilizada.

    Não sabia que havia possibilidade de fazer mergulho e andar de fazer parasailing.

    Sabes me dizer onde fizes-te essas actividades? Vou ficar em Skanes, Hammamet e gostava de oferecer essas actividades à minha mulher mas claro não quero que nada corra mal.

    Obrigado

    1. Olá Daniel,

      No meu caso fiquei apenas em Hammamet. A actividade do parasailing é das mais vistas e encontra-se facilmente caminhando ao longo da praia. Isso, jetski, passeios de barco e afins. Já a do mergulho, pesquisei antes de ir e encontrei um centro na marina de Hammamet. Apesar de ter visto antes não marquei. No dia fomos dar um passeio na marina e vimos e marcámos a actividade. O link do fb deles é: https://www.facebook.com/pages/Scuba-diving-Tunisia-Port-Yasmine-Hammamet-Centre-De-Plongee/149449748409132?fref=ts

      1. Viva Vasco,
        Eu daqui a uma semana estarei também em Hammamet e não querendo chatiar muito chatiando:
        No mergulho que fizes-te na túnisia o batismo foi numa piscina ou foi em alto mar? Para quem não gosta lá muito de água, meu caso que nado 1 minuto e já estou para morrer achas aconselhável? Foste sozinho no barco com a tua companheira ou foi em grupo?
        A nível de € e dinars o que aconselhas? Dá para pagar em € na Medina e lojas ou é preferível ter dinars?

        Obrigado

        1. O baptismo foi directamente em alto mar. Alguns hotéis têm actividades na piscina, mas isso não pretendia. O sitio que eles tem para iniciantes é também giro, porque tem um barco italiano afundado, e aumenta o interesse da actividade.

          Quanto ao número de pessoas, está relacionado com as reservas que possam já ter. No nosso caso não existiam pelo que fui num barco apenas eu, a minha companheira e 2 monitores (1 fica no barco e o outro desce contigo).

          Sobre se é seguro para alguém que aguenta pouco vai do risco que cada um pretende tomar. O que posso dizer é que nós arriscámos imenso, pois a Sara nunca tinha nadado em piscinas sem pé, muito menos em alto mar. Apesar dela saber nadar, nunca tinha arriscado em profundidade no entanto no dia quis arriscar e fomos.

          Confesso que estava com algum receio, mas sinceramente, correu bem melhor que esperava e a actividade dela correu ainda melhor que a minha.

          Para já porque boias de imediato. De seguida ficas logo com o oxigénio, logo não tens problemas de aguentar pouco porque vais logo ao fundo. Para além disso, tens sempre o acompanhamento do monitor que não se afasta muito de ti.

          Não senti em momento nenhuma uma ponta que fosse de insegurança.

          Relativamente ao dinheiro, podes levantar lá e as taxas dos ATM não são muito elevadas (não estou recordado mas cerca de 2 euros acho).

          Não podes pagar em euro, mas podes fazer o cambio em qualquer hotel. O cambio é uniforme pelo que é igual fazer no banco ou no hotel. Quanto muito podem cobrar te no hotel um custo administrativo. Nestes casos o que fizemos foi fazer logo a troca de um montante maior para evitar pagar mais que uma vez esse valor.

          1. Viva Vasco,

            Só para dizer que a experiência foi tal que estamos a marcar para marraquexe em Setembro. Fui tudo muito bom o HOTEL espectacular. Correu tudo mesmo muito bem e o pais é lindissimo. Mergulho não fizemos porque depois daquela viagem ao deserto quisemos estar mais sossegados e fazer o que havia na praia.
            Obrigado pela ajuda houve muitas dicas que deste aqui que me ajudaram lá

          2. Ainda bem que ajudou e que gostaram 🙂
            Marraquexe parece bem interessante. Que inveja 🙂

  4. Obrigada Vasco, vamos aguardar pela feira da abreu e da halcon para ver se aparecem preços mais simpaticos, depois darei o feedback de tunisia 🙂 Beijinhos e mais uma vez obrigada

    1. Viva,
      Tive de férias na tunisia este mês com a minha mulher e ficaram por 470€ tudo incluído + transferes. 700€ Acho um roubo quando tu com 2/3 horas de pesquisa marcas viagem e hotel tudo junto. Marquei pela logitravel a viagem e o Hotel. O Hotel pesquisei muito mesmo no tripadvisor e escolhi o neptunia beach que foi uma das melhores experiências que já tivemos. Primeira vez que ficámos num Hotel de 3 estrelas mas era um dos que tinha melhor classificação dos visitantes das praias da Tunísia e sim foram 5 estrelas, nunca tínhamos visto tanta amizade com os hospedes como lá, todos nos tratavam pelos nomes e parecíamos uma família. Piscina e praia privada. A animação foi melhor que em hotéis de 4 e 5 em que já fiquei.

  5. Boa noite Vasco, quero ir a tunisia em setembro mas para o hotel riu palace hammamet marhaba, gostaria de saber qual foi a agencia que escolheram? e porque o pacote tao em conta? Apresentam nos preços á volta de 700euros nao percebo porque… aguardo resposta. Obrigada

    1. Olá Sandra,

      Nós fomos pelo operador iberostar, mas foi tudo marcado pela agência Abreu.
      Os preços na altura rondavam os 750, 800 euros, no entanto surgiu uma promoção de última hora que aproveitámos sem pensar duas vezes.

  6. Olá!
    Adorei o teu post sobre a Tunisia e em especial sobre o hotel Marco Polo. Não vou aborrecer com muitas perguntas porque acho que já respondes-te a tudo 🙂 mas como pretendo trabalhar no hotel necessito de wifi, podes dizer-me como funciona?

    Muito Obrigada e boas viagens

    1. O Wifi do riu marco polo era bastante fraco, pelo menos quando fomos.
      Apenas havia na zona de entrada no hotel. Existem algumas mesas e uns sofás contudo…

      Para aceder apenas foi preciso pedir a pass

      1. Obrigada pela resposta.
        Desculpe ter repetido os envios mas pensei que o envio não tinha sido feito porque o antivirus bloqueava a mensagem.
        Tenho esperança que o wifi esteja melhorzinho este ano 🙂
        Muito obrigada pela ajuda.

  7. Olá!
    Adorei o teu post sobre a Tunisia e em especial sobre o hotel Marco Polo. Não vou aborrecer com muitas perguntas porque acho que já respondes-te a tudo 🙂 mas como pretendo trabalhar no hotel necessito de wifo, podes dizer-me como funciona?

    Muito Obrigada e boas viagens

  8. Boa Tarde, vou de viagem á Tunísia na primeira semana de Setembro, a única coisa que acho que me vou arrepender é do hotel que escolhemos pois é uma cadeia tunisina, é o HOTEL MOURADI EL MENZAH 4*, Tem ideia se é uma boa escolha? É que já li muitas coisas menos boas sobre hotéis de cadeias locais. se calhar era melhor um hotel de cadeia europeia? Agradecia que me ajudassem, pois é a primeira vez que visito a Tunísia.
    Obrigada.

    1. Olá Luciana,

      O que falam relativamente aos hotéis de cadeia tunisina são pormenores como alimentação e higiene. O hotel em si, basta ver pelas fotos que é excelente.

      As infra-estruturas são sempre luxuosas. O que acontece é que o saneamento e as condições de higiene são muito diferentes das que estamos habituados. Nas cadeias europeias, eles tomam alguns cuidados adicionais, na confecção da comida, na higiene e na agua.

      Na viagem ao deserto frequentámos 2 hotéis de cadeias tunisinas, e esses foram os pontos a salientar.

      – Agua de pior qualidade (mesmo assim, mesmo no Riu Marco Polo, nunca consumi agua da torneira).
      – Alimentação mais à base de comida tunisina, menos opção para comida europeia (no Riu tinha sempre opções básicas como bife, pizza, hambuguers)

      Relativamente à limpeza, não notei diferença. Posso dizer que no Riu apanhei uma barata uma vez, e nos outros não.

      1. Olá Vasco,
        Os piores comentários foram em relação á falta de variedade da comida, fruta e que não havia quase nada de comida europeia. Mas como em tudo os gostos e comentários variam de pessoa para pessoa. Mas também agora para mudar de hotel acresce +/- 200 €, é um valor muito alto que nos dá quase para pagar todos as visitas/atividades. Por isso se calhar vou arriscar ficar no mesmo hotel e esperar que corra tudo bem.
        Sobre a língua eles percebem só francês? é que inglês não tenho problema nenhum mas já em francês tenho dificuldade.
        Obrigada pela informação.

        1. Olá de novo!

          Eu troquei na altura pelo marco polo e tive sorte, porque paguei ainda menos. Mas foi logo na data de reserva. Se fosse depois iria passar o mesmo problema.

          Tendo em conta o preço (200€) eu também arriscava. Na pior das hipóteses, caso não gostes, fazes umas refeições nas medinas que existem lá sítios baratos.

          As comidas deles são fortes. Aconselho sempre a levar medicamentos para o estômago para não estragar a viagem.

          Outra das coisas que saliento sempre, é que metam na cabeça que vão passar férias para ver uma cultura diferente da que estão habituados.

          50% das pessoas com quem convivi odiaram, porque não foram preparadas para isso, contavam ir para um destino turístico tipo Espanha. Bem se a ideia é ficar no hotel e ter comida como a que comemos todos os dias, então Espanha é o melhor destino. Mas se a ideia é conhecer algo diferente e se tiverem a mente aberta, vão gostar muito.

          Relativamente à lingua, eles são desenrascados. Arranham no inglês, no espanhol, e conseguem comunicar. Eu falei sempre em Francês, mas não se preocupem muito com isso.

  9. Olá.
    Vou para a Tunísia na ultima semana de Agosto, para o Marco Polo.
    Como funciona a viagem ao deserto? onde é que ficamos a dormir?

    1. Olá Liliana,

      Depende por onde marcas. Uma das opções é pelo hotel (a que eu fiz, que gostei mas fiquei desiludido com o safari, que não foi mesmo ao deserto). Nessa ficas a dormir num hotel 4 ou 5 * junto ao deserto.

      Existe também a possibilidade de marcar num operador fora do hotel. Aí pode variar. Alguns oferecem a possibilidade de dormir numa tenda no Deserto (tendas de luxo claro, e com o máximo de condições, ar condicionado, etc).

  10. Olá Vasco,
    Estou a pensar ir para Hammamet em Setembro com o meu namorado, e temos andado a estudar os preços/hotéis e isso tudo. Agora os preços para essa altura rondam os 650/700 euros. Queria saber mais ou menos quando é que marcaste a vossa viagem(por estar mesmo barata), se foi com muita antecedência, se em cima da hora. Estou com esperança de chegar a finais de agosto e os preços estarem mais baratos por causa de desistências. O que achas ?

    Obrigada

  11. Boa tarde!!Mas em relação a atividades do género da excursão ao deserto, sabe o que podemos fazer??? E a que preços ??
    Cumps, aguardo resposta breve

  12. Boa noite turistas!!!
    Eu tenho mais uma dúvida em relação aos quartos no hotel!
    Há alguma possibilidade de escolher um quarto com vista para o mar /piscina sem custos adicionais??? Com faço? Peço na recepção??
    E ja agora se souberem nao se esqueçam de colocar possíveis actividades a realizar e respectivos preços !!
    Cumprimentos, aguardo resposta breve!!

    1. Olá José,

      O quarto normalmente é pedido na agência, e para ter essa vista tem custo adicional. O máximo que podes tentar fazer é negociar junto da agência e tentar que façam o desconto.
      Uma vez lá, vão entregar-te o que tens direito.

      Vi casos onde os hospedes tiveram sorte em ter um quarto melhor, mas foram casos pontuais. Por ex, um casal que a reserva não estava registada, e o hotel teve de arranjar quarto e só tinha vista para o mar. Outro dos casos, foi problemas de higiene, e trocaram também por um quarto melhor.

      Sobre quartos, dar outra dica. Se for um casal, é sempre vantajoso dizer na agência e no próprio hotel que são casado de fresco e que se trata de lua de mel. Normalmente recebem-vos com uns brindes no quarto (morangos, champagne, etc)… Vale a pena.

      Quanto a actividades, vai muito do que pretenderem fazer. Eu pessoalmente, e como refiro no artigo, sinto sempre a necessidade de conhecer o país, a cultura, etc. Nisso aconselho o passeio pelo Deserto. Vão conhecer muito mais que a zona turística, ver a realidade deles.

      De resto, eu fiz muita actividade e aconselho a fazer lá. É tudo muito mais barato do que em Portugal, ou qualquer outro destino de férias. Tanto a moto de agua, paraquedas, curso de mergulho, etc etc…

      Nós fizemos quase tudo o que podiamos fazer, e gastamos à volta de 225 euros em actividades e extras para duas pessoas. E isso incluiu:

      – Baptismo de mergulho em alto mar com exploração de barco afundado
      – Passei de 2 dias ao deserto (com hotel, safari de jeep, comida, passeio de camelo, passeio de cavalo, e todas as excursões)
      – Parasailing (paraquedas empurrado por barco)
      – Andar de mota de agua
      – Prendas para familia
      – Prendas para nós

      As coisas lá são baratas. Aproveitem.
      PS: Nunca aceitem o primeiro preço. Baixem o mais possível, até parecer ridiculo.

  13. Olá muito boa noite!
    Eu tenho viagem marcada para dia 22de junho para o hotel riu marco polo 4* em regime de tudo incluído!
    Quais são as actividade incluídas no regime , e quais e que são as coisas que são pagas por fora??
    No regime do tudo incluído eu posso usufruir dos 3 restaurantes do hortel(asiático, tunisino e mediterrâneo))? E posso usufruir de toda a ementa ou so de algumas coisas??
    Nos bares do hotel posso usufruir de todo ótimo de beibidas?? Quais são as bebida que tenho que pagar por fora??
    Cumprimentos , aguardo resposta breve!!

    1. Olá José,

      Sim o restaurante dá acesso a tudo sem restrições. Apenas o restaurante asiático tem uma restrição, que é a necessidade de marcação. No entanto pode marcar todos os dias…

      O hotel vai servindo comida ao longo de quase todo o dia. Tem pequeno almoço das 7h às 12h00. Almoço das 13h às 15h. A partir das 16h começam a distribuir lanche (bolos, crepes, etc). E por volta das 18h já começam a distribuir jantar.

      Relativamente a bebidas também não paga nada. No entanto não podem contar com caipirinhas perfeitas, nem nada que se pareça. São bebidas um pouco “aldrabadas”.

      No que diz respeito às actividades, tem acesso gratuito ao ginásio, piscinas, e todas as actividades do hotel. Todas as noites existem espetáculos gratuitos. Durante o dia existem concursos (ping pong, bilhar, matrecos, futebol, volei, jogos na piscina, etc etc…).

      Existem também algumas actividades como canoa e gaivota no mar que são gratuitas. No entanto as restantes actividades no mar são pagas. Isto é, scuba diving, paraquedas, mota de agua, etc.

      Já não sei dizer os preços em concreto, mas as actividades conseguem negociar e andam à volta de 15 euros (paraquedas e mota de agua) e 60 euros batismo de scuba diving.

      Espero ter ajudado.

  14. Boa noite.
    Estou a pensar ir à Tunisia este ano e tudo indica que vai ser para esse mesmo hotel.
    É possivel responder-me a umas questões?
    O valor pago pelo passeio ao deserto, já inclui o passeio de dromedario, o de Jeep e as bebidas? Li em alguns sitios a dizer que essas coisas eram à parte.
    Tambem se passa pelo lago de sal e as casas trogloditas?
    Marcou pelo agente q vai ao Hotel falar connosco no dia a seguir à chegada?
    Obrigado.

    1. Olá Vanessa,

      Sim, marquei pelo agente que passa no Hotel. Todas as actividades são incluída à excepção de um passeio numa carroça com cavalos. Mas a diferença é pequena e acabamos por ir na mesma.

      Inclui dormidas, comidas, e bebidas à refeição. Bebidas por fora são pagas à parte, e vão precisar de agua e afins. Em sítios turísticos, vão puxar muito pelas bebidas, no entanto muito lá é pouco aqui…

      De salientar que é um país onde vendem de forma insistente e chata, preparem-se para isso.

      Relativamente ao passeio em si, fiquei arrependido por pegar o do Hotel e não outro de outra agencia. Este aqui a suposta ida de jeep pelas dunas não passa verdadeiramente pelas dunas. É apenas andar de jeep por estradas normais. No entanto se procurarem no youtube vão ver que existem passeios que passam mesmo no meio das dunas, e o preço é igual. Foi das poucas coisas que não gostei. Já tive oportunidade de fazer essa experiência noutros lugar (Dubai) e tenho a dizer que vale a pena, daí achar que devem pesquisar.

      Mais uma dicas sobre esse passeio, levem muita agua (para evitar desidratação) e comprimidos e protectores de estómago. É um passeio longo, com muitas horas de BUS, muito calor, comidas estranhas para o nosso sistema digestivo, e tudo isso junto fez com que algumas pessoas passassem um pouco mal.

      1. Olá Vasco,
        Muito obrigado pela resposta.
        Pois, tenho lido muito a dizer que é um passeio realmente muito cansativo, para se levar imensa agua e comida, pois a que servem nao agrada a todos e nao é muito abundante.
        No que diz respeito a marcar por outra agencia, sugeres alguma que tenhas ouvido por la e seja de confiança? Tenho andado a pesquisar mas na sua maioria as pessoas marcam sempre atraves do agente no hotel, ainda nao consegui apanhar nada a marcar por fora (mas posso ser eu que nao estou a pesquisar bem).
        Basicamente é o unico passeio, pelo menos com guia, que estamos a pensar fazer, entao quero mesmo que valha a pena e que corra tudo bem.
        No geral percebi que o hotel é bom e que sao umas ferias bem passadas, desde que se va com a mente aberta, é claro!!! 🙂
        Obrigado pela dica da medicação, para o meu estomago é muito importante! 😉

        1. No que toca à medicação, fui um dos casos afectados, isto é a minha namorada. Teve uma gastro e passou bastante mal. No entanto não deixou de gostar, e tivemos sorte de ter 2 enfermeiros no nossos autocarro.

          Relativamente à organização, ouvi 2 “operadores” que fazem o percurso nas dunas. Uma é a Thomas Cook, outra é a milan tours. No caso da Thomas cook sei que são marcados em certos hotéis, mas não foi o nosso caso. O nosso era a iberojet ou algo assim.

          Relativamente às férias, costumo dizer que as pessoas ou adoraram ou odiaram, mas normalmente quem odiou não ia preparado (por falta de info e falta de mente aberta). É muito cansativo, é uma cultura muito diferente, e são chatos. Posto isso à parte, vale muito a pena.

          O Hotel é de facto bom. Claro que higiene não se compara com PT. São instalações muito boas, mas higiene abaixo, mas com o passeio ao deserto vão perceber que para eles é de facto o luxo 🙂

          Mais uma vez, quem foi para lá apenas para ficar no hotel, comer e beber e fazer actividades, a ideia é que mais valia ter ido para Espanha. E concordo. Se vão para lá penso que devem tentar aproveitar e conhecer ao máximo.

  15. Bom dia!
    Vou de ferias para o rui marco polo em junho! vejo comentários que a praia deixa muito a desejar, e verdade? dizem que e suja, agua poluída e não muito quente.

    1. Olá Cristina,

      A avaliação das praias é sempre muito relativa, e varia muito de tempo para tempo.
      Na altura em que fui não tive grandes queixas a fazer.

      Há um problema recorrente com os camelos que andam pela praia, que deixam algumas a necessidades pelo caminho. No entanto como quase só fiz uso da praia privativa do hotel, era em geral limpa.

      Relativamente à Agua, a minha comparação é com as praias do norte de Portugal, que requerem 10 minutos de preparação psicológica, e outros 10 para entrar na agua 😀

      Eu fui para a Tunísia já em Setembro e mesmo assim cheguei a ir à noite para o Mar e só sentia um frio ligeiro ao sair.

  16. Boa tarde, eu já marquei ferias em Agosto para a Tunisia e para o Hotel Riu Marco Polo e gostaria que me desse umas dicas importantes. Já agora no proprio Hotel eles fazem o câmbio do € para o dinar certo?
    Obrigado,

    1. Olá, pode colocar as dúvidas que eu respondo.

      O troca de dinheiro pode ser feita no hotel, e na Tunísia a troca é ao mesmo valor de cambio que os bancos, portanto é um sítio seguro.

      Não tinha visto as questões colocadas abaixo, e apesar de já ir tarde, aproveito para responder. Relativamente a hospedar no mesmo quarto penso não haver qualquer problema. Sobre as refeições, maior parte dos hotéis tem os planos de tudo incluído, a preços baixos. É a melhor opção

      1. Boa tarde, o que mais gostaria de saber são as actividades (pagas e gratuitas) oferecidas pelo hotel pois é muito importante nós saber com o que podemos contar, se ainda se recordar claro.

        1. Olá,

          Bem, tudo depende do hotel que escolher. No entanto, no hotel em que fiquei alojado (Marco Polo) existe todo um conjunto de actividades ao longo do dia que o hotel proporciona com os seus animadores… Todas essas actividades são gratuitas desde:

          – Espetáculos noturnos ( concertos, comédia, concursos)
          – Volley, futebol, e outros campos de jogos
          – Canoa e gaivota no mar
          – hydroginástica
          – Jogos na piscina
          – Ping Pong
          – Bilhar
          – etc…

          Depois existe uma grande variedade de atividades pagas, mas os valores são relativamente baixos… Comparado com Portugal a diferença será de cerca de 3 ou 4 vez mais barato.

          Nós optamos por fazer moto de agua, parasailing, curso de mergulho, onde fomos ver um barco encalhado no fundo do mar, e fomos ainda 2 dias ao deserto… No todo gastámos qualquer coisa como 700 reais, mas isso incluía já o passeio de 2 dias ao deserto, com deslocações, hotel de 4* para passar uma noite, etc.

  17. Sim, você tem razão, pois será útil a quem estiver procurando informações como eu. Então vamos lá. Pelo o que notei, sua viagem à Tunísia não ficou cara, mesmo em duas pessoas. Andei pesquisando valores de hotéis e percebi que há de todos os preços, mas gostaria de saber mais sobre a média dos valores da alimentação. Outra coisa, minha ideia em ir à Tunísia em janeiro, é para conhecer um rapaz com o qual mantenho um relacionamento puramente virtual. Ele é da Argélia, país vizinho, e, como todo bom muçulmano, tem inúmeras restrições quanto ao contato físico. No entanto, ele até concordou, meio de longe, ficar no mesmo quarto que eu em um hotel ou em um desses apartamentos para alugar a turistas, mas a dúvida que paira é: No Egito, para um casal se hospedar no mesmo quarto em um hotel, é necessário apresentar Certidão de Casamento, você sabe me dizer se isso ocorre também na Tunísia?…..Um grande abraço e aguardo sua resposta.

  18. Olá, gostei muito o que você escreveu sobre sua viagem à Tunísia e eu estou procurando por informações precisas assim como as suas. Por gentileza, gostaria de falar mais com vocês, é possível. Se for, por gentileza entrem em contato comigo no email informado. Obrigada.

    1. Olá Joice,

      Penso que o ideal será trocarmos as informações aqui, nos comentários, e não em privado, para que todos os utilizadores possam usufruir da informação.
      Assim, sugiro que as questões sejam colocadas aqui mesmo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.